Buscar
  • Histeroclinic

Menopausa

Desvendando a Menopausa

A menopausa é uma fase natural da vida de qualquer mulher e costuma ser marcada pela última menstruação e por diversas mudanças no corpo. Não é considerada uma doença ou desordem, e para muitas mulheres é encarada até como um alívio dos períodos dolorosos característicos da menstruação.



Mas o que acontece com o corpo feminino na menopausa?

Durante a transição da menopausa, que geralmente tem início entre os 45 e 55 anos de idade e pode durar de sete a 14 anos, ocorre a interrupção da produção dos hormônios femininos (estrogênio e progesterona) pelos ovários.


Para as mulheres que ainda têm dúvidas sobre a diferença entre climatério e menopausa é importante ressaltar que o climatério é um período de transição em que há uma diminuição das funções ovarianas, que faz com que os ciclos menstruais se tornem irregulares até cessarem por completo, ou seja, a mulher sai da fase reprodutora e entra no período de pós-menopausa.


Conheça os sintomas

Os sintomas e sinais da menopausa podem variar de mulher para mulher e sabe por quê? O estrogênio é usado por muitas partes do corpo e quando há falta desse hormônio, os sintomas podem ser mais acentuados. Já para outras mulheres os sintomas são mais leves ou quase imperceptíveis e podem ser tratados com simples mudanças no estilo de vida.


Para exemplificar com mais clareza, separamos abaixo os principais sintomas da menopausa e suas características:


· Mudança no período menstrual

Para muitas mulheres esse sinal é o primeiro a ser percebido, pois os períodos passam a ser menos regulares, mais curtos ou duram mais tempo, com um fluxo menor ou maior.


· Ondas de calor

Esse sintoma é o símbolo da menopausa, não é mesmo? Muitas mulheres têm ondas de calor que duram entre 30 segundos e 10 minutos e que acontecem várias vezes por hora, algumas vezes por dia ou apenas uma ou duas vezes por semana. Mas tem uma explicação para isso que é a alteração dos níveis de estrogênio.


· Saúde íntima

Durante a menopausa é comum que a região íntima se torne mais seca (secura vaginal), o que traz alguns desconfortos durante as relações sexuais e pode até facilitar o surgimento de infecções vaginais ou urinárias.


· Alterações no sono

Neste período é comum que algumas mulheres relatem problemas para ter uma boa noite de sono. É comum queixas como: não conseguir dormir, acordar cedo demais ou interromper o sono devido a suores noturnos.


· Mudanças bruscas de humor

Assim como na TPM, as alterações físicas e emocionais causadas pela menopausa podem fazer com que a mulher se sinta mais irritada, estressada, deprimida ou cansada.


· Diminuição da libido

Falta de desejo sexual, falta de excitação, ausência de orgasmo e dor no ato sexual são problemas comuns que aparecem com a menopausa.


Além de todos estes sintomas, algumas mulheres ainda podem sentir dores de cabeça, palpitações, tonturas, desaceleração do metabolismo e perceberem ganho de peso, pele mais seca e com menos elasticidade, cabelos mais finos e aumento da porosidade dos ossos.


Saiba lidar com a Menopausa

O primeiro passo é buscar acompanhamento de um médico especialista, mas associado a isso é possível adotar alguns hábitos e medidas que são capazes de aliviar os desconfortos causados pela menopausa e garantir mais qualidade de vida. Abaixo listamos alguns:


· Realizar atividades físicas, principalmente exercícios aeróbicos e de fortalecimento da musculatura é essencial para reduzir os incômodos causados pela menopausa;


· Exercitar o cérebro com jogos de raciocínio e palavras cruzadas além de ser divertido, ainda reduz o risco de perda de memória durante a pós-menopausa;


· Dormir pouco ou mal pode contribuir para a confusão mental e baixa libido, então, o ideal é ter bons hábitos de sono como dormir em um horário regular.


Existe tratamento?

Por ser uma resposta natural do organismo feminino e não uma doença, a menopausa pode não precisar de tratamento. Mas sim, atualmente há métodos que aliviam o incômodo causado pelos seus sintomas, e o mais conhecido entre eles é a reposição hormonal.


Entretanto, antes de optar por algum tratamento, o recomendável é procurar acompanhamento médico especializado, pois é durante a consulta que aspectos, tanto físicos quanto emocionais, serão discutidos para definir se a reposição hormonal é a terapia mais indicada, pois embora tenha os seus benefícios também há contraindicações como, por exemplo, para mulheres no grupo de risco do câncer de mama, com história clínica de trombose ou doença cardíaca.


O tratamento com medicamentos, por sua vez, depende muito da intensidade dos sintomas relatados e pode adotar diversas abordagens como: uso de antidepressivos, fitoterápicos e cremes vaginais tanto hormonais quanto lubrificantes para diminuir o ressecamento vaginal.


Está na faixa etária compatível com a menopausa, não menstrua há mais de um ano e sente que os sintomas relatados neste artigo têm interferido no seu dia a dia? Converse com um especialista!



Referências:

Como lidar com a menopausa de maneira tranquila

https://www.febrasgo.org.br/pt/noticias/item/43-como-lidar-com-a-menopausa-de-maneira-tranquila

NIA (National Institute on Aging)

What is Menopause?

https://www.nia.nih.gov/health/what-menopause

What are the signs and symptoms of Menopause?

https://www.nia.nih.gov/health/what-are-signs-and-symptoms-menopause

Tags: #climatério, #clinicaginecologicaemsp, #clinicaginecoloógicaemsãopaulo, #menopausa, #saudeintima

16 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo