Buscar
  • Histeroclinic

Endometriose tem cura?

A cura é um assunto polêmico quando se trata de endometriose. Isso porque muitas mulheres, dependendo do estágio da doença em que se encontram, conseguem se livrar dos sintomas e incômodos ao longo do tratamento. Outras podem, inclusive, até mesmo não desenvolver mais o tecido da endometriose em outras partes do corpo. A menopausa é uma das causas que estabiliza a doença, mas não funciona em todos os casos! Infelizmente temos relatos de mulheres sintomáticas na menopausa!


Contudo, não há evidência comprovada de que a endometriose tenha cura definitiva. A causa que a origina é desconhecida, podendo, muitas vezes, ter influência genética. Conhecida como “a doença da mulher moderna”, ela afeta principalmente pacientes jovens e em idade reprodutiva.

O acompanhamento da endometriose depende do estágio da doença em que a mulher se encontra, onde ela se desenvolve e os tipos de sintomas que apresenta. Cada quadro requer uma atenção e um tipo de acompanhamento médico específicos.

O mais comum é, a partir do diagnóstico do ginecologista, manter uma rotina de exames ginecológicos que possam acompanhar o desenvolvimento da doença ou seu possível recuo, como acontece em muitos casos após o tratamento.

A cirurgia realizada de maneira completa apresenta baixas taxas de recidiva (retorno da doença)! Nem todos os casos são cirúrgicos e vários aspetos devem ser levados em consideração para a indicação cirúrgica, como: Persistência de sintomas, infertilidade comprovada e algumas localizações específicas (intestino delgado, apêndice, ureter...).

O primeiro passo é procurar um especialista 👨⚕ para obter o diagnóstico preciso da endometriose, após essa etapa, será definida a melhor forma de tratamento!

Ficou com dúvidas?

Consulte um de nossos profissionais.



Tags: #ginecologia #histeroscopia #Diu #polipoendometrial #mioma #endometriose #infertilidade #hysteroscopy #endometrio #curaendometriose

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo